Laços de Fogo

Postado por | 2:58 PM

Trilogia da Fraternidade #01

Bertrand Brasil


Sinopse (Skoob)
Neste primeiro volume da Trilogia da Fraternidade, você conhecerá as irmãs Concannon: mulheres modernas, ligadas ao eterno e intempestivo espírito da terra.

Laços de Fogo é a história de uma artista impetuosa que não pode fugir de seu passado... tampouco de um grande amor.
Talentosa, solitária, teimosa e dona de um espírito libertário, Maggie Concannon é uma artista especializada na arte em vidro, cujos trabalhos sensíveis são muito mais do que meros objetos de beleza, mas reflexos de sua verdadeira natureza.
Surge então um homem, o marchand Rogan Sweeney, que percebe a alma e a pureza de sua arte e se propõe a ajudá-la a construir uma carreira de sucesso.
Quando Rogan chega ao isolado estúdio de Maggie, o coração dela se inflama com a arrebatadora atração que surge entre eles... e seu passado sombrio será iluminado por um amor tranquilo, gentil e complacente.


Ficha Técnica
Laços de Fogo
Ano: 2008 / Páginas: 319
Editora: Bertrand Brasil


Nessa obra Nora faz uma homenagem a sua origem apresentando a Irlanda de várias formas ao ler, tanto sobre o ponto de vista de quem vive lá, de quem viaja o mundo e volta pra casa e de alguém que vai a Irlanda por uma segunda vez;
— São coisas lindas que você vê em sua cabeça.
— É fácil vê-las lá. – Deu-lhe um sorriso. – O difícil é torná-las reais.
Nascida no fogo de uma paixão tão arrebatadora e repentina que se consumiu, extinguiu e apagou com a mesma velocidade. Nascida deste fogo Nora, nos apresenta uma mulher que domina a arte milenar de transformar Areia, soda, cal, Silicato de alumínio, dolomita. Um pouco de arsênico e sopro no mais puro vidro.
Mas em meio a uma linda descrição da profissão e o primeiro sucesso vem a tragédia. A passagem no tempo é delicada mas mostra o crescimento nascido da dor de forma sutil. E também as marcas que cada traço de nossa vida deixam em nós.
Rogan Sweeney, entra na história para abalar a estrutura da vida de Maggie. Além de sua arte arrebatará também seu coração.
— Sonhos, Rogan, sonhos maravilhosos.
Como Apreciador, Colecionador e dono de galerias de arte ele vê os sentimentos e o coração em suas peças de vidro.
Mas nem tudo são flores o relacionamento deles e deliciosamente conturbado e as lembranças do projetos em busca de sucesso e riqueza do pai de Maggie rendem boas gargalhadas.
Contudo a amargura, ressentimento e frieza da mãe de Maggie e Brie escurece toda a beleza quando surge a tona na história. Fazendo quem que ela tenha que lutar contra as sombras do passado, sua triste lembrança do casamento do pais e a infelicidade que seguiu.
A busca de nossa Maggie por si mesma em meio aos acontecimentos de sua vida é linda e inspiradora. Não há como não suar com ela em seus fornos de fundição do vidro, aplaudir suas criações e torcer para que seus medos e traumas não a impeçam de ser feliz!!
Slainté

— Fui feliz sozinha – ela disse mansamente. – E fui infeliz sem você. Nunca desejei depender de ninguém ou me deixar envolver tanto, a ponto de me sentir infeliz. Mas dependo de você, Rogan. Suavemente, estendeu a mão para tocar o rosto dele. - E amo você.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial