TOP 12: Melhores livros de 2016 — Parte 2

Postado por | 10:26 AM Deixe seu Comentário



Oiiiiiiii serzinho lindo! Como vai? Ganhou livros no Natal? Espero que sim. Hoje está a segunda parte dos melhores livros que li esse ano, dando sequência ao post de semana passada. Caso não tenha visto a primeira parte, Clique aqui e confira. Enfim, continuando com  minha lista de melhores do ano:

7 - Estrela da Manhã — The Red Rising #3 (Pierce Brown)

Aqui está o livro que quase me fez arrancar os cabelos de agonia esperando pelo seu lançamento. Sério, acho que nunca, em todos os meus 21 anos, me desesperei tanto por um livro. Mas não é para menos. Estrela da Manhã é o terceiro e último livro da melhor trilogia distópica que já li na vida, e uma das sagas que mais amo no universo e além. Li os dois primeiros livros dessa saga, Fúria Vermelha e Filho Dourado, ano passado por indicação da Milly, e tenho que dizer, acho que ninguém imaginou que eu gostaria tanto, porque eu não lia muito livros de ficção científica e evitava livros com muitas "mortes", sangue e palavrões. Maaaas surpreendendo a todos, amei muito, tipo muito mesmo. O Pierce Brown conseguiu criar um universo tão épico, tão maravilhoso, tão inteligente, tão brilhante... Misturando mitologia com uma pegada meio medieval com ficção cientifica, tipo Star Wars que, caraaa, nem sei se vou conseguir amar outra distopia tanto como amo Red Rising em algum dia futuro da minha vida . E os personagens? Sério, melhores da existência. O protagonista Darrow é tão inteligente, tão louco, tão brilhante, tão maravilhoso, tão tudo que é difícil achar alguém melhor que ele em outras distopias . O Sevro com toda a sua boca suja e lealdade é fantástico, fascinante, tão sei lá, que é um dos melhores personagens secundários da existência, assim como a Mustang que também é incrível. Sofri quase um ano esperando por EDM, juntei moedinhas e posso dizer que valeu a pena, porque esse livro fechou com maestria esse trilogia tão marcante. Minha vida como leitora de distopias está dividida entre antes de Red Rising e depois de Red Rising, e sou bem mais exigente agora. Pierce Brown obrigada por existir !
#FilhadeAresAtéoFim
#UivadoraAtéaMorte 
#Auuuu
#HicSuntLeones
#PerAsperaAdAstra
Leia, leia, leia!



8 - Jane Eyre (Charlotte Brontë)


Sempre quis ler esse livro, mas tinha medo de acabar não gostando por ter muitas expectativas. Mas esse ano resolvi ignorar o medo e o li. E preciso dizer, ele vale a fama que tem, vale ser citado em tantos livros e ser amado por tanta gente. Sabe, normalmente eu leio poucos clássicos porque por mais que goste deles eles não são leituras fáceis, seja pelo enredo, contexto, narração... Mas eu me prendi em Jane Eyre de um modo inimaginável, a escrita é super fluída para um clássico, é apaixonante, e agora entendo porque o amor por ele passa de geração para geração. Leia, leia, leia!




9 - Novembro, 9 (Colleen Hoover)


Oh livrinho angustiante! Se você leu a resenha que escrevi para esse livro, deve ter percebido que o amei muito e que sofri muito o lendo também. Algumas pessoas o leram por indicação minha e não gostaram tanto quanto deveriam, mas pelo fato de ainda estarem vivas prova que eu sou uma pessoa capaz de perdoar (ou de adiar a vingança). Esse livro conta com a escrita maravilhosa da diva Colleen Hoover e me fez rir, chorar, me apaixonar, me desesperar, deixar de dormir, querer cortar cabeças, mas também me fez aprender a lidar com minhas cicatrizes e a saber perdoar. Enfim, caso você o leia, tente o amar do jeito que ele merece, porque alguns seres já me decepcionaram (não é indireta, é direta mesmo ). Mas se você acha que pode gostar desse livro, leia, leia, leia!





10 - Crônicas Lunares (Marissa Meyer)

(Dica: Para saber mais sobre as crônicas, clique aqui)

Desde criança amo contos de fadas e suas releituras, e com o passar do tempo estou aprendendo a amar cada vez mais ficção científica. E essa saga mistura esses dois amores, me fazendo a amar muito, e ler os quatro livros dela em apenas cinco dias. Eu queria ter começado a ler essa saga há anos quando lançaram o primeiro livro, mas consegui me controlar e só li quando o último foi lançado esse ano, e valeu a pena ler todos de uma vez porque, cara, como amei cada um deles, como amei o modo como os contos de fadas foram reescritos. Para você ter noção a Cinderela, Cinder no caso dessa saga, é uma ciborgue!!! Ela é uma protagonista incrível, assim como a Scarlet (Chapeuzinho Vermelho), Cress (Rapunzel) e a Winter (Branca de Neve) também são maravilhosas. Essa saga é viciante, apaixonante, fantástica e a amo muito mais do que imaginei que a amaria . Enfim, leia, leia, leia!



11 - Juntando os pedaços (Jennifer Niven)

Esse livro não é Por Lugares Incríveis, mas não é ruim por isso, apenas é diferente e o amo muito também (mas acho que o amo um pouco menos). Essa obra também tem personagens apaixonantes e conta com a escrita maravilhosa da Jennifer Niven que mais uma vez não me decepcionou, e mais uma vez me deu lições para levar para a vida. Esse livro me ajudou a começar a juntar os meus pedaços. Me fez perceber que alguém gosta de mim do jeitinho que eu sou, que alguém precisa de mim, que eu sou necessária. Me fez perceber que eu sou importante, que eu faço diferença, que não preciso ser perfeita para ser amada, que julgamentos não precisam me abalar, que posso ser melhor que isso, que não preciso seguir padrões, porque eu sou única. E por tudo isso e por várias outras razões esse livro é um dos melhores dos melhores livros que li esse ano . Por favor o leia e lembre-se sempre de que você é importante, que você é necessário, que você é amado e nunca deixe que alguém te faça duvidar disso. Nunca! Leia, leia, leia!



12 - O Rei Corvo — A Saga dos Corvos #4 (Maggie Stiefvater)


 "Abram caminho para o rei corvo." 

Esse livro entrou na lista de melhores do ano nos acréscimos do segundo tempo. Sério! Tive que tirar um dos livros que estava antes. Mas sinceramente eu quase o coloquei na lista antes de ler porque eu amo muitoooo A Saga dos Corvos e não conseguia me imaginar não amando esse livro, mas para ter certeza eu tinha que ler e, bom, eu li e não deu outra, o amei. Esse livro também me rendeu um baita desespero, porque eu li os três livros anteriores dessa saga ano passado e desde então fiquei na ansiedade de terminar essa saga maravilhosa que tem as capas mais lindas da existência (dá vontade de ficar olhando para elas só para ter certeza de que existem mesmo e não são apenas frutos dos meus sonhos). A Saga dos Corvos é uma saga de fantasia que foge do convencional, é uma saga única que despertou um amor único em mim, e que fez eu me apaixonar por quatro garotos ao mesmo tempo . E isso tudo vale para O Rei Corvo, que mesmo não sendo exatamente do modo que achei que seria, fechou essa saga de uma forma maravilhosa, digna de aplausos. Enfim... Leia, leia, leia! (A saga inteira!).


Então é isso. Esses foram os melhores livros que li esse ano, os que mais amei e que possivelmente vou reler algum dia. Poucos tem resenha aqui no blog porque alguns eu li antes de me tornar resenhista e outros porque não consegui, mas quem sabe ano que vem eu consiga escrever, né? Enfim, esse deve ser o meu último post aqui no blog esse ano, então queria aproveitar e agradecer a quem acompanhou o blog esse ano, agradecer a todos os resenhistas, a todos que fazem parte desse clube de leitores que mais amo no mundo  e que me receberam de braços abertos mesmo eu sendo meio cheia de neuras e meio louca, mas loucos somos todos, não é o que dizem? Enfim, obrigada, obrigada, obrigada! E até 2017, se Deus quiser! 
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 Palavra do Leitor:

Obrigado por seu comentário!! Bem-vindo(a) ao Clube do Farol!