Resenha :: O Duque e Eu (Os Bridgertons #1)

Postado por | 10:43 AM 4Comentários


Oiie amigos do Clube do Farol, como vocês estão? Hoje eu trago para vocês uma resenha nova e ao mesmo tempo uma indicação de um livro que eu gostei muito, e que espero que vocês possam gostar também, vamos lá? 

“Era emoção, pura e absoluta, uma mistura bizarra de alívio, alegria, desejo e temor. E ele, que passara a maior parte da vida evitando sensações confusas, não tinha ideia como agir em seguida.”
O Duque e Eu é o primeiro livro de uma série composta de 09 livros, chamada Os Bridgertons. Para situarem vocês melhor, Os Bridgertons é uma família, cujos pais tiveram nada mais, nada menos que oito filhos, quatro homens e quatro mulheres, onde cada um desses filhos ganhará uma história separada e totalmente sua em cada um dos livros. Pois bem, o primeiro livro vai contar sobre a história de Daphne, primeira filha mulher, mas quarta filha no geral, uma vez que seus três irmãos mais velhos são todos homens, uma outra curiosidade que acho legal comentar, é que os pais daquela época, e mais especificamente falando dessa família, era como uma regra colocar os nomes dos seus filhos em ordem alfabética, sem repetir, ou seja: Anthony, Benedict, Colin, Daphne, Eloise, Francesca, Gregory, e Hyancith.. Já apresentando a grande família Bridgerton, onde o pai é falecido, então todos moram juntos, e vivem com sua mãe Violet, quase todos são adultos, exceto os dois mais novos, onde possui 14 e 10 anos, respectivamente.

Por se tratar de um livro de romance histórico, temática que eu ainda não conhecia, pude ver alguns elementos que não costumo ver nos mais contemporâneos, tais como: bailes, donzelas, duques, condes, duelos, casamentos, carruagens, entre outros... O livro se passa no século 19, em Londres, e começa falando sobre Simon, que é o duque do livro, onde nasceu num período meio conturbado, pois seus pais já haviam sempre tentado ter filho homem, para ser o herdeiro e receber o ducado de seu pai, porém isso nunca acontecia, quando de repente, ocorre que Simon nasce, vale destacar que a festa foi toda organizada pelo pai, uma vez que sua mãe faleceu após o parto, e é claro que foi feito disso um grande evento, uma grande festa, até que com o passar do tempo, Simon foi tendo problemas com seu pai, foi criado todo um trauma por causa de um problema seu de infância, e o fato é que ele leva isso para sua vida adulta também. Por outro lado, temos Daphne que de certa forma sempre teve tudo, e sempre foi criada e cercada por muito amor, com uma família cheia de irmãos, e com um certo poder financeiro, nunca foi o tipo de pessoa que já sofreu na vida.

Certa vez, num baile que ocorreu envolvendo todos os moços e moças solteiras da cidade, e da alta sociedade, e suas famílias, é onde Simon e Daphne se encontram pela primeira vez, só para ressaltar, Daphne nunca foi o tipo que faz sucesso com os homens, sempre apareciam pretendentes ou muito mais velhos que ela, ou então caras não tão inteligentes ou tão legais assim, e os que ela acabava gostando, não a viam como alguém para se casar, e sim, como amiga apenas... Com Simon as coisas já eram bem diferentes, por ser o duque e tudo mais, todas queriam ser sua mulher, quase todas as mães da época queriam jogar suas filhas para ele, porém ele nem sempre gostava disso, e tampouco se importava, quando de repente, a fim de ele afastar tantas moças a seus pés, e a fim de atrair mais pretendentes para Daphne, eles resolvem então fingir que estão juntos, fazem um plano, onde depois no livro vemos se dá certo ou não, e até onde isso vai, claro que não vou dizer tanta coisa aqui para não prejudicar tanto você, leitor. Um outro ponto que é importante dizer, e que está na sinopse, é que Simon é o melhor amigo de Anthony, irmão mais velho de Daphne, isso viria a ser então um problema, ou não? Bom, não sei, isso tudo você pode encontrar dentro do livro rsrs .

Falando agora um pouco da narrativa, Julia Quinn nos apresenta uma história contada através de terceira pessoa, onde não deixou a história nem um pouco pesada, além disso vemos um livro com bastante diálogos, e de uma leitura muito fluída e simples de ler. O Duque e Eu é um livro que pode facilmente ser lido em poucos dias. Devo acrescentar, que amei esse livro como um todo, o final é lindo, o romance no livro é bem doce e delicado, a autora conseguiu não deixar nada pesado, nem chato de se ler, preciso dizer também que o livro inteiro é um grande clichê, ele é inteiramente previsível, mas ao mesmo tempo é muito bom, além disso, uma outra coisa bem interessante que a autora coloca no livro, é que todo começo de capítulo, existe uma autora dentro da história, que escreve para um jornal local, falando de fofocas que acontecem no dia a dia daquelas pessoas, e parece que nada passa despercebido aos olhos de quem escreve, porém, digamos que a grande sacada disso, é que não sabemos quem é essa pessoa, ou seja, ninguém sabe, o que deixa bastante gente intrigada por algumas coisas que são faladas, principalmente Os Bridgertons, onde parecem ser os maiores alvos dessa autora, então temos esse mistério para descobrirmos nos próximos livros também, enfim, ao menos para mim ficou tudo bem na medida certa, o livro também é divertido em algumas horas, além de contar com drama e romance, ao longo de toda sua história.


Por fim, só posso dizer que recomendo muito, a você que ama o gênero, e está procurando por algo leve, rápido e bom de se ler, e que espero ter ajudado rsrs. E dizer também, que quero e vou sim, ler os demais livros da série, e que já estou com bastante expectativa e ansiosa para ler e gostar tanto quanto esse . Então é isso, espero que tenham gostado, e até a próxima. 
“Acabou descobrindo que a dor de um coração partido nunca vai embora, apenas fica anestesiada. O sofrimento agudo e penetrante que se sente a cada respiração acaba dando lugar a sensação embotada e menos intensa, do tipo que quase – mas nunca completamente – se consegue ignorar.”
Nota :: 

Conteúdos Especiais

Clique para baixar ou ler online
Livreto Romances de Época ||  Trecho do Livro 

História do Clube

Conheça a primeira resenha da Ju Martins aqui no Clube!
Clique e leia 
Como Eu era Antes de Você ― Jojo Moyes

Informações Técnicas do livro

O Duque e Eu
Os Bridgertons #1
Ano: 2013
Páginas: 288
Editora: Arqueiro
Sinopse (Skoob): 
Simon Basset, o irresistível duque de Hastings, acaba de retornar a Londres depois de seis anos viajando pelo mundo. Rico, bonito e solteiro, ele é um prato cheio para as mães da alta sociedade, que só pensam em arrumar um bom partido para suas filhas. Simon, porém, tem o firme propósito de nunca se casar. Assim, para se livrar das garras dessas mulheres, precisa de um plano infalível. É quando entra em cena Daphne Bridgerton, a irmã mais nova de seu melhor amigo.
Apesar de espirituosa e dona de uma personalidade marcante, todos os homens que se interessam por ela são velhos demais, pouco inteligentes ou destituídos de qualquer tipo de charme. E os que têm potencial para ser bons maridos só a veem como uma boa amiga. A ideia de Simon é fingir que a corteja. Dessa forma, de uma tacada só, ele conseguirá afastar as jovens obcecadas por um marido e atrairá vários pretendentes para Daphne. Afinal, se um duque está interessado nela, a jovem deve ter mais atrativos do que aparenta.
Mas, à medida que a farsa dos dois se desenrola, o sorriso malicioso e os olhos cheios de desejo de Simon tornam cada vez mais difícil para Daphne lembrar que tudo não passa de fingimento. Agora ela precisa fazer o impossível para não se apaixonar por esse conquistador inveterado que tem aversão a tudo o que ela mais quer na vida.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

4 comentários:

  1. Eu simplesmente amo esta série. Parabéns pela resenha. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Carol, tbm amo essa série. Beijos!

      Excluir
  2. Parabéns pela resenha! Vejo você crescendo a cada publicação! Continue assim :)

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário!! Bem-vindo(a) ao Clube do Farol!