Resenha :: 172 Horas na Lua

Postado por | 11:15 AM 4Comentários
Imagem ilustrativa do pouso lunar 

Vamos a história então?!

O ano em que a história se passa é 2018, muito próximo a nossa realidade, eu devo dizer... Mas as viagens a Lua deixaram de ocorrer a muito tempo. A ideia proposta é fazermos uma viagem com os cinco profissionais mais experientes da NASA, e descobrimos o que tem no nosso satélite natural, a Lua. Você está vivendo a sua vida normalmente, e descobre que a NASA faz um pronunciamento oficial, de que eles, farão viagens lunares, e você pode participar, seguindo os requisitos mínimos exigidos, por exemplo, ser um adolescente, ter entre 14 a 16 anos. Não importa se você é homem ou mulher, com tanto que você tenha o desejo de fazer uma grande expedição lunar. 

Apenas isso para mim parece ser motivo o suficiente para ser perigoso. Afinal você em sua adolescência saberia se cuidar sozinho, ainda mesmo estando na Lua? E não houve mais relatos de nenhum astronauta? E mesmo se houvesse o que poderíamos fazer??  Nossos personagens do livro descobre isso de uma maneira muito interessante. Temos aqui três vagas para os seguintes jovens: Mia, Midori e Antoine. Cada pessoa vive em lugares diferentes, países diferentes, e tem a sua cultura muito enraizada. Então o que deve se passar na cabeça desses adolescentes assim que eles vencem o sorteio proposto? Sinceramente não imagino esse livro como uma história de ficção cientifica. Entretanto o  homem já pisou na Lua, e nós, terráqueos leigos, nunca ouvimos toda a versão contada, afinal você aceita um trmo de confidencialidade, proposto pela NASA. É uma imposição severa, e, completamente irregular.

Bom, você caro leitor, a partir desse momento não pode mais voltar atrás, tem um foguete espacial, uma equipe, mais dois participantes além de você. E apenas isso. O que fazer agora?? Se despedir da família, dos amigos, rezar para que de tudo certo(se você for religioso), e acreditar na sua equipe...Porque no espaço  ninguém pode te ouvir gritar! Pois é nossos adolescentes não passam de cobaias iludidas. (Eu queria rir, porém é muito insano nesse momento).

Olha no espaço, esperaria encontrar poucos problema, ou nenhum para ser transparente com vocês. Todavia o que você faria se encontrasse com os *doppelganger? Falta de alimentos, água insuficiente assim como o oxigênio que respiramos??

Você  pode ler as páginas desse livro para descobrir, e, realmente saber porque nunca foi comprovado de maneira eficaz, que pode existir vidas em outras planetas, a vida além do planeta Terra,  que pode se tornar  uma alternativa para nós seres humanos.


* Doppelganger = cópias idênticas a pessoas reais, por exemplo, memetizar, imitar, suas manias, postura, tiques nervosos, além da sua voz. Essas cópias são citadas em outros livros, como duplos.

Nota :: 

Informações Técnicas do livro

172 Horas na Lua
Ano: 2015
Páginas: 288
Editora: Novo Conceito
Sinopse (Skoob):
O ano é 2018. Quase cinco décadas desde que o homem pisou na Lua pela primeira vez.
Três adolescentes comuns vencem um sorteio mundial promovido pela NASA. Eles vão passar uma semana na base lunar DARLAH 2 - um lugar que, até então, só era conhecido pelos altos funcionários do governo americano.
Mia, Midore e Antoine se consideram os jovens mais sortudos do mundo. Mal sabem eles que a NASA tinha motivos para não ter enviado mais ninguém à Lua.
Eventos inexplicáveis e experiências fora do comum começam a acontecer...
Prepara-se para a contagem regressiva.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

4 comentários:

  1. Olá!

    Eu já vi a capa desse livro, em algum lugar. Confesso que o tema parece ser ótimo, mas não sei se seria uma leitura agradável. Não faz tanto o meu generoso literário.

    Abraços! Estante do Lima

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Estante do Lima! Qual o gênero que você prefere ler?? A história do livro é muito boa, li apenas uma vez, e gostei bastante. É uma pena que não você não tenha gostado, porém tem outras resenhas aqui no clube, veja o que mais lhe chama a atenção. Abs,

      Excluir
  2. Oi! Que história interessante, é muito louco imaginar vidas em outros planetas. Bjos ❤


    Click Literário

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Click Literário! Tudo bem? Olha, acho muito boa essa possibilidade de vida em outros planetas também.De toda a teoria criada por trás da história. Um dos meus gêneros literários favoritos é ficção científica, e esse livro explora muito bem isso. Tem mais outras resenhas aqui no blog, veja o que mais lhe chama a atenção. Bjo

      Excluir

Obrigado por seu comentário!! Bem-vindo(a) ao Clube do Farol!