Resenha :: Hellraiser – Renascido do Inferno

Postado por | 11:41 AM 1 Comentário


“Nenhum homem poderia experimentar a profundidade de tal sentimento e permanecer imutável“.


Por Sara Zache


Hellraiser conta as histórias dos Cenobitas que tinha como objetivo sentir prazer através da tortura. È dado essa chance as pessoas mortais que buscam extrair prazer das coisas alheias, mas nem sempre conseguimos esse prazer de forma limpa e indolor. A história que eu li no começo me pareceu algo bem simples, como obter uma forma de prazer além dos limites permitidos.

Começamos a conhecer um dos personagens, o Frank, que de inicio tinha a sua vidinha completamente perturbada e monótona, ele então ouve falar de uma caixa com desenhos chineses, que contém um enigma, se esse enigma for solucionado, quem obtiver a caixa poderá ter seus desejos carnais realizados. Porém não é bem isso que o personagem descobre, ao desvendar a caixa, Frank tem a sua audição alterada, assim como todo o seu corpo e é enviado para o inferno para sofrer lentamente em um loop, pelas mãos dos Cenobitas. 

Para quem não sabe, os Cenobitas são pequenos seres que estavam contidos dentro da caixa, e antes mesmo dele se tornar uma vitima, já haviam existido outras pessoas como relatado no livro. Digamos que você leitor, está preso em uma outra dimensão completamente assustado, sendo torturado (ou sentindo prazer) para que as outras pessoas que estivessem assistindo sentissem prazer, então o que você faria? (Se realmente pudesse ter uma chance para salvar a sua vida?) Bem... Frank apesar de ser alguém um tanto desleixado, ele ainda podia contar com a ajuda de seus parentes mais próximos, assim ele resolve pedir a ajuda para a sua cunhada, a mulher que estava casada, com o irmão dele.

A coincidência entre e Frank e o irmão (não me lembro o nome dele agora) era bem verossímil. Ah! Frank já esteve muito perto de se apaixonar por sua cunhada, acho que isso levou ambos a se tornarem mais íntimos, e quanto ao irmão, bem.. eles nunca se entendiam mesmo.  Logo o casal passa a morar em uma nova casa, possivelmente o Frank já sabia disso, e ele ainda sim sentia um ódio grande do irmão. A mulher passa a frequentar diversos ambientes até se sentir bem consigo mesma novamente, e tentar conserta as coisas com o seu marido, todavia tem um cômodo da casa que  lhe chama mais atenção, um pequeno quarto com mofo, frio com umidade e mais antigo do segundo andar. 

Sem que ninguém perceba ela passa a mudar suas atitudes e sua postura, passa a frequentar cada vez mais o quarto, e por coincidência passa a  lembrar de Frank. Constantemente pensando nele, ela observa a parede do quarto, enviando-lhe algumas dicas e sinais, vemos ali algumas coisas estranhas acontecendo. Frank consegue se comunicar com ela dentro daquele ambiente mofado, e frio. 

Era tudo o que ambos desejavam, porém Frank ainda estava fraco e não podia sair da inferno sem que houvesse mais alguém para abrir a caixa. Bom não demora muito para que ambos se ajudem, a mulher estava disposta a matar para obter Frank de volta não importasse o preço disso. Eles estão precisavam de sangue, só assim os Cenobitas deixariam ele em paz, o que ela precisava fazer? Matar pessoas, sob o pretexto de salvar uma única  vida.

Muitas pessoas vem e vão, andarilhos que não se preocupam em saber o motivo de suas ações apenas fazem por rotina, de forma  automática, ou fazem, certas escolhas para preencher espaços vazios dentro de um período de tempo, um dia,  uma semana, um mês, sem se realmente se preocupar com o motivo, as vezes o motivo pode ser por puro prazer. Então. Homens vinham a sua porta já que a mulher era bem atraente, e sem nenhum desejo carnal nas vitimas, ela levava-os para o quarto onde estaria Frank e ali mesmo derramava seu sangue para ele. Funcionou com as cinco primeiras pessoas, até que ele enfim voltou  a Terra, e  sua aparência havia melhorado m pouco. È o fim? Ambos ficam juntos?

A caixa foi parar nas mãos de pessoas mais sãs, de bom senso. Frank vê tudo por agua abaixo, e decide que a próxima pessoa que deve morrer seria o usuário mais recente, então ele traça um plano. A segunda moça, apaixonadíssima pelo irmão do Frank, resolve impedir esse ato de loucura, mas como ela faria isso?? 

A moça resolve o enigma da caixa, e entra em contato com os Cenobitas, mas antes de ser enviada a outra dimensão infernal, ela pretende pegar uma confissão de Frank para assim ele poder ser absolvido. Em momentos finais, ela nunca havia se deparado aquilo, uma pessoa exposta em ossos e carne viva, mas ainda sim respirando e  com muita vontade de vingança. Ela então acredita que seu amigo vai lhe ajudar, contudo ele recentemente se tornou sangue nas mãos do casal assassino. Um mundo por água abaixo, e ela se vê perdida de medo. Em momentos finais, os Cenobitas colocam ordem no caos, e ainda conseguem extrair prazer de suas vítimas. Quem manda nas regras da caixa são eles (Cenobitas) e Frank junto as duas moças no interior daquele quarto no segundo andar da casa descobrirem isso de um maneira mais difícil. Não, não... Mais prazerosa!

Nota :: 

Informações Técnicas do livro

Hellraiser
Renascido do Inferno
Ano: 2015
Páginas: 150
Sinopse (Skoob):
Escrito em 1986, Hellraiser – Renascido do Inferno apresentou ao público os demoníacos Cenobitas, personagens criados por Clive Barker que hoje figuram no seleto grupo de vilões ícones da cultura pop como Jason, Leatherface ou Darth Vader. Toda a perversidade desses torturadores eternos está presente em detalhes que estimulam a imaginação dos leitores e superam, de longe, o horror do cinema.
Clive Barker escreveu o romance Hellraiser – Renascido do Inferno (The Hellbound Heart, no original) já com a intenção de adaptá-lo ao cinema. O cultuado filme de 1987 seria sua estreia na direção, e ele usou o livro para mostrar todo seu talento como contador de histórias a possíveis financiadores. Nas palavras do próprio Barker: “A única maneira foi escrever o romance com a intenção específica de filmá-lo. Foi a primeira e única vez que fiz assim, e deu resultado”.
De leitura rápida e devastadora, Hellraiser – Renascido do Inferno conta a história de um homem obcecado por prazeres pouco convencionais que é tragado para o inferno. Inspirado nas afinidades peculiares do autor, o sadomasoquismo é um tema constante em sua arte.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Um comentário:

  1. Ola, tudo bom?
    Confesso que não leio livros de terror/suspense mas esse nome me chamou a atenção. Assisti um filme recentemente no netflix com esse mesmo nome haha
    otima resenha!
    Beijos,
    Yasmim.

    Blog: http://literarte.blog.br/

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário!! Bem-vindo(a) ao Clube do Farol!