Resenha :: Os 13 porquês

Postado por | 8:30 AM 17Comentários


Precisamos mudar urgentemente.
A história começa quando Hannah se muda pra uma cidade vizinha de onde ela morava e se torna caloura na escola da cidade onde está morando. Algum tempo depois de entrar para a escola, Hannah começa a fazer parte de uma lista bosta, dessas que só babacas conseguem pensar. Uma lista de "Quem é gostosa/Quem não é". Como eu disse só babacas conseguem pensar. O fato de estar nessa lista, faz com que Hannah comece a ficar visada no meio de seu grupo de colegas de classe.
“Era exatamente isso que eu queria para mim. Queria que as pessoas confiassem em mim, apesar de qualquer coisa que tivessem ouvido. E, mais do que isso, queria que me conhecessem. Não aquilo que pensavam saber a meu respeito. Mas eu de verdade.”
Tudo começa em meio à criação dessa lista. Quando eu digo tudo, é tudo mesmo. Estereotipada como "Gostosa", ela começa a ser procurada pelos meninos da escola, os meninos babacas. Se não bastasse a fama de "Gostosa" cair sobre ela, alguns desses meninos que começaram a procurar por ela, começam a inventar certas situações, que ao ver de todos faz com que ela se transforme em uma safada. Fama essa que afasta o único menino que realmente estava interessado nela.
"Você não pode interromper o futuro, nem modificar o passado. O único jeito de descobrir este segredo é apertando play."
Graças à fama de safada, a vida de Hannah começa a desandar de forma devastadora o que acarreta diretamente ao seu suicídio. Logo começa a parte mais desoladora do livro. Embora a trama principal seja o suicídio de Hannah, podemos afirmar que o Clay divide o papel de protagonista com ela. Isso vocês vão entender melhor no decorrer do livro.
"- Preciso que a coisa pare.- O que precisa parar?- Preciso que tudo pare. As pessoas. A vida."
Logo de cara podemos ver uma escrita totalmente diferente neste livro. Podemos perceber isso quando o fator principal do livro, o suicídio de Hannah, já tenha passado e o livro começa na aparição das fitas na casa do Clay. Isso é genial. Também no fato de que o livro tem dois pontos de vista e são colocados no mesmo capítulo, não é necessário esperar o capítulo acabar para sabermos quais são as reações do Clay. Como eu disse isso é genial.
"- Como você está se sentindo hoje?- Neste exato momento?- Neste exato momento.- Neste exato momento, me sinto perdida, eu acho. Meio vazia.- Vazia como?- Simplesmente vazia. Simplesmente nada. Não me importo mais."
 O livro já está no meu top cinco favoritos do ano, mesmo que tenha lido no meio do mês de Maio. A forma como o autor nos introduziu a uma história pesada de suicídio na vida de jovens, como também em assuntos como estupro me deixou satisfeito por reconhecer que assuntos como esses são de suma importância e precisam ser levados muito a sério. 
Será que sabemos mesmo o que se passa na cabeça das pessoas que sofrem de alguma forma nas escolas? Será que sabemos mesmo a importância de uma "brincadeira" que fazemos a outra pessoa? São valores que precisamos ter muito cuidado na hora de julgarmos nossos atos. Aqui nós vemos como uma "brincadeira" pode ser tornar algo a mais na vida do seu "colega de classe".
"Fiquei pensando em suicídio. Na maioria das vezes, era apenas um pensamento passageiro. Eu queria morrer. Pensei nessas palavras muitas vezes. É algo difícil de dizer em voz alta. É ainda mais assustador quando você sente que pode estar falando sério."
Eu esperava demais desse livro. Esperava que ele mudasse meus conceitos e que me fizesse sofrer por não ser uma pessoa melhor. Isso aconteceu. Isso me deixou feliz. Um livro dessa magnitude precisa deixar de ser ignorado por ser apenas um "Romance Juvenil" por algumas pessoas. 
Estereótipos são uma das piores coisas que podemos deixar nos consumir.

Ficha Técnica do Livro

Os 13 Porquês 
Ano: 2009
Páginas: 256
Editora: Ática

Sinopse (Skoob
Ao voltar da escola, Clay Jensen encontra um misterioso pacote com várias fitas cassetes. 
Ele ouve as gravações e se dá conta de que foram feitas por uma colega de classe que cometeu suicídio duas semanas antes. 
 Nas fitas, ela explica que 13 motivos a levaram à decisão de se matar. Clay é um deles. 
Agora ele precisa ouvir tudo até o fim para descobrir como contribuiu para esse trágico acontecimento.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

17 comentários:

  1. Esse livro é maravilhoso, ainda não li, mas sempre que vejo resenhas tão ótimas como essa fico na vontade.

    ResponderExcluir
  2. Bem-vindo ao Clube do Farol, Cantinho da Leitura!
    Fique só na vontade não, leia! Sério! Esse livro é incrível e muito lindo.
    Quando ler, compartilhe o que achou com a gente. :)

    ResponderExcluir
  3. Já li bastante opiniões diferentes sobre esse livro, muito amam, outros não gostam nada. E eu irei ler para tirar minhas próprias conclusões. Com sua resenha fiquei ainda mais curiosa.
    Bjos - Isis minhaestantecolorida.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu particularmente sou da parte dos que amam, rs. E tire suas próprias conclusões sim, Isis. Espero que goste :).
      Bjo
      Bem-vinda ao Clube!

      Excluir
  4. Olá,
    Essa coisa de lista e escola me lembra muito A Lista Negra, um livro que li e amei. Desde quando lançou Os 13 Porquês tenho vontade de lê-lo, mas nunca pesquisei sobre e sua resenha só aumentou mais a minha vontade de poder realizar a leitura. Amei.

    Beijos,
    www.lerantesdedormir.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amoooo A Lista Negra! Conseguiu me deixar com muita raiva do mundo, mais do que Os 13 Porquês, rs. E leia sim, esse livro é maravilhoso!

      Bjo

      Excluir
  5. Ei li sua resenha com um medo de tomar spoiler que você não imagina. Ta muito bem escrita. Parabéns. Eu preciso ler esse livro, mas meu bolso não concorda e eu realmente quero o livro, não um PDF.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse livro é caro que é uma coisa, né? Mas é tão lindo. E relaxa quando as resenhas tem algum spoiler colocamos algum aviso no começo, rs.
      Obrigada!
      Bjo! Bem-vinda ao Clube!

      Excluir
  6. Estou criando coragem para ler essa historia. Eu não gosto de histórias que me tiram da minha zona de conforto, porque eu sofro demais, para mim aquele personagens estão contando a história de alguém que está passando pela mesma situação, enquanto eu só fico ali lendo. E então penso em como a humanidade é podre, maldosa e sem coração. E isso me deixa ainda mais triste, sentindo uma depressão momentânea e depois culpa porque eu não posso e não estou fazendo nada para mudar essa situação, me sinto sem voz, que, por mais que grite, chore nada vai mudar, a humanidade ainda vai continuar podre, tão podre que as melhores partes dela vão sendo exterminadas até não sobrar nada de valor para lutar por ela! E isso virou um textão! kkkkkkk, mas parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Te entendo completamente, Amor pelos Livros, rs. Fico assim também, muitas vezes, rs,
      Obrigada!
      Bem-vinda ao Clube! Bjo!

      Excluir
  7. Olá!!! Adorei sua resenha, eu já vi muitas opiniões diferentes desse livro sabe, mas eu já li, e ele não me cativou... Eu acho que a história tinha tudo para ser boa mas a protagonista não me desceu bem! Mas tenho curiosidade em ver a serie, talvez eles mudem os pontos que pra mim não se encaixaram... Beijos! ❤

    www.lendo1bomlivro.com.br
    Instagram :) @lendo1bomlivro

    ResponderExcluir
  8. Olá, estou maravilhada com sua resenha! Estou assistindo a série nesse momento e já quero ler o livro há algum tempo. Acabei não comprando pelo preço. Li "O último adeus" da Cynthia Hand e favoritei, mexeu muito comigo. A temática é a mesma. Concordo com você que é um assunto sério que precisa de mais atenção .

    ResponderExcluir
  9. Sério, com a série da Netflix bombando com criticas positivas e depois dessa resenha acho que me animei a ler. Eu não sou fan de livros com essa temática, mas essa resenha dá mesmo aquela vontade de ler!

    ResponderExcluir
  10. Oii!
    Todas as vezes que vou comprar o livro tá em falta ou muito caro, por isso que ainda não li. E agora estou pensando se espero para ler e depois assisto a série ou se assisto a série e quando finalmente conseguir comprar eu leio.
    Gosto muito de livros e filmes nessa vibe, já assistir vários filmes com esse assunto na escola, até porque sempre começa na escola como uma simples brincadeira, muitos jovens não tem a consciência de quando já está passando de um brincadeira.

    ResponderExcluir
  11. Oi, amei essa resenha! Sobre esse livro... Não sei quantos anos faz que o li, mas assistir a série me trouxe uma sensação bem parecida com a que tive quando li. É uma leitura bem pesada a meu ver e complicada, e não sei se foi pelo fato de estar mais madura agora, porém certas situações vi sob um novo olhar. E pude perceber ainda mais como Hannah sofreu. A produção está de parabéns, pois a série está incrível e eu não sei escolher entre os dois... Não sei se releria "Os 13 porquês" porque mexe profundamente, mas acredito que deveria ser uma leitura obrigatória pois precisamos falar do suicídio.

    Um beijo, Carol
    Blog com V.

    ResponderExcluir
  12. Olá, a cada resenha desse livro que leio fico mais e mais interessad nessa história, mas me parece jm livro tão denso que me assusta rs Pretendo ler mais pra frente e espero gostar, bela resenha viu bjs

    ResponderExcluir
  13. Estou ansiosa para ler esse livro agora que a série estreou. Você já começou a assistir? Adorei a resenha, beijos :*

    ResponderExcluir

Obrigado por seu comentário!! Bem-vindo(a) ao Clube do Farol!