Resenha :: Os Pássaros

Postado por | 9:00 AM 23Comentários


ATENÇÃO: Este livro não foi a inspiração para o filme de mesmo nome produzido por Alfred Hitchcock. Segundo o cineasta, sua inspiração para o filme veio de um conto de mesmo nome escrito por Daphne Du Maurier, embora existam semelhanças com o livro de Baker.

Por Jéssica Burgos

Publicado originalmente em 1936, teve uma tiragem pequena (cerca de 300 exemplares que são raros hoje em dia). Em 1964, aproveitando o sucesso do filme de mesmo nome de Alfred Hitchcock, o livro foi republicado pela editora Panther. Nesta nova edição, o texto foi revisado pelo autor que fez exclusões, correções e inserções no texto em seu livro original, entretanto, a Panther incorporou uma pequena porcentagem destas melhorias feitas por Baker. A edição da Valancourt Books foi a utilizada pela editora DarkSide Books para esta publicação, uma vez que esta contou com as melhorias feitas pelo autor (essas revisões não se referem a história do livro, mas sim à gramática, algumas passagens foram encurtadas e outras removidas de forma a tornar a leitura mais prazerosa).

No prefácio do livro temos Anna, a filha do protagonista, que conta como seu pai repetia por diversas vezes a frase “Antes da chegada dos pássaros” ela teve sua curiosidade incendiada para descobrir esse mundo em que ele viveu e ela não, e o pede por diversas vezes para que a conte a história, mas ele sempre se nega. Anos depois, Anna o pede para contar a história dos pássaros, e ele finalmente concorda desde que ela anote tudo o que ele tem a dizer.

Através da descrição detalhista de Baker conseguimos ter um retrato de Londres nos anos 30, com seus dias nublados, a correria de uma cidade grande, a certa facilidade em que as pessoas lidavam com a época pré-guerra, os preconceitos da sociedade, as angústias dos jovens, entre outros detalhes. A narrativa do livro é feita com as lembranças do personagem, a forma que a abordagem foi feita é interessante e o texto é rico, mas pela falta de acontecimentos em determinados pontos, o livro pode se tornar cansativo para alguns leitores.

Uma das coisas que me chamou a atenção foi o relacionamento do narrador, que nada mais é do que o alter ego do próprio autor, com sua mãe. Vemos o carinho, a delicadeza, a amizade, o amor e o afeto em todas as passagens referentes à mãe do personagem, como ela é luz na vida dele, mas que, por muitas vezes, todo esse afeto e admiração não eram ditos, como consta no trecho destacado abaixo. Essas passagens do livro me fizeram refletir diversas vezes, e me lembrar de dizer ás pessoas que as amo e me importo com elas, e demonstrar com mais frequência.
“Não acredito que houve uma única coisa que fiz, uma única emoção que senti, que ela não tenha sentido profundamente. E eu retribuí, muitas vezes, com aquele tratamento casual que os filhos são capazes de dar às suas mães, aceitando-a como parte de minha vida, mas raramente declarando minha gratidão com os lábios” (p.58)

Os pássaros são alegorias que aparecem durante o livro, a descrição feita pelo autor é detalhista e maravilhosa, foi realmente de tirar o fôlego, tive a curiosidade de pesquisar algumas espécies de aves citadas para ajudar na hora de criar uma imagem mental (um ponto positivo a meu ver, adoro livros que me fazem querer ir além do texto). Os pássaros são uma incógnita do início ao fim, assim como seu aparecimento, seu comportamento e suas mudanças ao longo das páginas. O clima de tensão paira sobre a cidade, tornando os personagens paranóicos e beirando a loucura em determinados momentos, tornando nestes pontos a leitura bem instigante.

Baker traz uma série de conflitos existenciais ao longo do livro, como por exemplo, o trabalho enfadonho, a solidão, a melancolia, o amor, a relação com sua mãe, a questão da sexualidade (tratada como um tabu até hoje), entre outros. Os pássaros nada mais são do que uma metáfora, sobre nossos conflitos internos, nossos medos, inseguranças. Cabe aqui uma reflexão: Será que sua vinda representaria um novo começo? 
“E, por um instante, eu não sabia se desejava viver; pensei que ser esmagado até a morte pudesse ter sido melhor para mim do que me encontrar vivendo neste mundo agonizante.” (p.270)

A leitura deste romance apocalíptico pode ser lenta em alguns pontos, como citado anteriormente, mas sua seqüência final é instigante ao ponto de você não querer largar o livro! É muito interessante ver também como era a Londres de meados de 1930 e comparar com o mundo atual, a sociedade, nossos conflitos, etc.

Esta edição da Darkside Books é uma obra de arte, não somente pelo design da capa e sua diagramação, mas também pelos detalhes internos nas páginas do livro, as laterais negras das páginas que dão um charme a mais, e também algumas ilustrações que aparecem ao longo do livro. Um ponto negativo, em minha opinião, são os capítulos longos.

Ouvi um barulho... Serão os pássaros em minha janela? 


Nota ::  

Informações Técnicas do livro

Os Pássaros
Frank Baker
Ano: 2016
Páginas: 304
Editora: DarkSide® Books
Sinopse (Skoob)
Você conhece o filme. É um dos maiores clássicos de Alfred Hitchcock, de 1963. Nos créditos, consta que a história é baseada no conto “Os Pássaros”, de Daphne du Marier, escritora que o mestre do suspense já havia adaptado antes. Quase trinta anos após seu lançamento, o romance de Frank Baker ganharia repercussão quando o autor ameaçou processar Hitchcock e Daphne Du Maurier. Para deixar essa estranha coincidência com ares de plano macabro: Daphne era prima do antigo editor de Frank Baker, o inglês Peter Davies, e chegou a trabalhar com o parente.
Pássaros. Milhares, talvez milhões, sobrevoam Londres, de forma aparentemente inexplicável e sem sentido, onde parecem observar os habitantes da capital, que os consideram divertidos, se tanto um pouco estranhos. Enquanto as pessoas ainda tentavam entender o que faziam ali, eles começam a atacar, ferindo e até mesmo matando com tremenda brutalidade e violência. Seriam eles uma força da natureza ou uma manifestação sobrenatural? Ninguém sabe. A única certeza é que o objetivo dos pássaros é a destruição da humanidade e ninguém tem ideia de como impedi-los...
No ano em que se celebra os 80 anos da primeira edição, a DarkSide® Books orgulhosamente apresenta o livro Os Pássaros para todos os leitores e cinéfilos brasileiros apaixonados por um bom susto, um retrato sombrio e acurado de uma Londres pré-Guerra, como se Baker conseguisse vislumbrar o futuro próximo de terror e feitos inomináveis apresentado pela Segunda Guerra Mundial.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

23 comentários:

  1. Olá.
    Uaau. Que livro em... Deu até uma curiosidade.
    Sua resenha ta maravilhosa. Parabéns.
    Beijos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que goste do livro!
      Muito obrigada pelo comentário, me incentiva a continuar ❤

      Um abraço!

      Excluir
  2. Oiee!
    Meu Deus! Que capa perfeita!
    A história também me despertou muito interesse.
    Parece muito envolvente.
    Obrigada por compartilhar essa sugestão

    Partes da Literatura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada! Espero que leia e goste do livro ❤
      A edição é maravilhosa, as imagens, a diagramação, tudo!

      Um abraço!

      Excluir
  3. Sempre fui doida pra ler esse livro e agora mais ainda. Amei sua resenha e fiquei mais curiosa do que já estava. A edição do Dark Side é perfeita!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A edição da Darkside é maravilhosa, a cada livro que abro me impressiono mais, sou fã deles mesmo!
      Espero que você leia e goste do livro!

      Um abraço ❤

      Excluir
  4. Estava muitoooooo curiosa pra ler esse, e ler sua resenha me deixou com mais vontade ainda!!! Arrasou!

    Beijoss!
    Yasmim

    blog: http://literarte.blog.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito feliz por você ter gostado e ficado curiosa de ler o livro! Espero que goste ❤

      Um abraço!

      Excluir
  5. Olá,
    Sempre falo e vou falar novamente: DarkSide Books arrasa sempre!
    Sua resenha está fantástica! História detalhista e que faz o leitor querer ir além do texto?! Eu preciso ler esse livro.
    Amei cada detalhe que você citou e estou super curiosa. Amo o gênero!

    Parabéns pela resenha.
    Beijos,
    Ler Antes De Dormir

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também sou fã da Caveirinha, cada livro lançado é uma renovação do pacto hahaha
      Muito obrigada pelo comentário ❤

      Um abraço!

      Excluir
  6. Olá! A edição está maravilhosa mesmo e pelo que você mencionou, parece ser o tipo de leitura que eu gostaria de fazer, mas sinto que não estou no momento ideal para realizá-la :(

    Um beijo, Carol
    Blog com V.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espere o momento ideal, assim você irá conseguir aproveitar melhor! Tem livros que demandam isso mesmo, é totalmente normal! Tenho alguns na minha lista que nunca diminui esperando O momento.

      Um abraço!

      Excluir
  7. Sou sua fan Jéssica!! E suas resenhas sobre os livros lidos, só aumentam minha admiração! Parabéns!! Sua resenha mudou minha opinião sobre o livro/história e concordo imensamente com a necessidade das palavras ditas e escrita. Amiga, amo você!! ~ Elis Blog Pretenses/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você é um grande presente que a vida me deu, não sei como te agradecer por sempre me incentivar a ir além, eu te amo muito e você tem O abraço (sempre vou dizer isso) ❤
      Fico muito feliz que você tenha gostado da resenha, fiz com carinho!

      Excluir
  8. Que linda sua resenha... Fez abrir uma coisa muito importante em minha mente. É pq eu já comprei esse livro a muito tempo mas vi muitas resenha que não me agradam, mas a sua me animou! Vou dar com certeza uma chance ao livro... Super beijo!

    www.lendo1bomlivro.com.br
    Instagram :) @lendo1bomlivro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu comprei esse livro a pouco tempo, foi no começo deste ano, mas ele estava na minha lista a mais tempo... Também tive a mesma sensação que você ao ler algumas resenhas deste livro, mas resolvi arriscar! E gostei.
      Espero que você dê uma chance e goste do livro.

      Um abraço!

      Excluir
  9. Essa capa é linda, mas eu já adorei por falar de Londres rsrsrsrs ainda mais em tempos antigos, sou apaixonada por livros que falam de lá. Chega um ponto que se sabe tanto que até parece que já se foi ... Parabéns pela resenha, foi ótima ❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu nunca fui a Londres, mas esse livro me fez ter vontade de conhecer.Espero que goste da leitura ❤
      Um abraço!

      Excluir
  10. Olá, tudo bem? Amei sua resenha, adoro como você escreve. Eu não sabia que não esse livro não tinha sido a inspiração para o filme. Achei muito legal você pesquisar os pássaros. A edição da darkside está como sempre incrível!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, muito muito muito obrigada!
      Eu sou uma pessoa curiosa, adoro pesquisar e livros que me fazem ir além da história ganham um espacinho no meu coração!
      Espero que goste da leitura, quando a fizer.

      Um abraço!

      Excluir
  11. A capa e linda e Londres antiga é tão rica! Com certeza um belo livro.
    Beijos :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Londres é uma cidade fascinante, pretendo conhecer um dia! Espero que goste da leitura, um abraço ❤

      Excluir

Obrigado por seu comentário!! Bem-vindo(a) ao Clube do Farol!